Artilheiros do Brasil na Copa de 1970

Jairzinho – 7 gols

1

Créditos: CBF

Conhecido como o Furacão da Copa de 70, realizada no México, Jairzinho foi o maior artilheiro do Brasil neste Mundial, com 7 gols. Jair Ventura Filho foi o primeiro e único atleta que balançou as redes em todas as partidas de uma só Copa do Mundo. Na fase de Grupo, ele fez dois gols diante da Tchecoslováquia, um tento contra a Inglaterra e um sobre a Romênia. Nas quartas de final, marcou diante do Peru e na semi, balançou as redes contra o Uruguai. Como não poderia ter sido diferente, na finalissíma, contra a Itália, Jairzinho também deixou sua marca, e a considerada melhor Seleção de todos os tempos conquistou o tricampeonato mundial.

 

Pelé – 4 gols

2

Créditos: CBF

Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé, é um dos craques artilheiros do Brasil, com quatro gols, na Copa do Mundo de 1970. Pelé marcou quatro gols, deu assistências maravilhosas e surpreendeu o mundo com suas lindas jogadas. No México, o atleta marcou três tentos em dois jogos ainda na fase de Grupo, diante da Tchecoslováquia e Romênia. O quarto gol foi na final, diante da Itália, para garantir uma grande festa a Pelé e aos heróis do tri.

 

Rivellino – 3 gols

3

Créditos: CBF

Na Copa do Mundo de 1970, Rivellino foi um dos destaques da Seleção Brasileira tricampeã do mundo. Neste Mundial, ganhou o apelido de ‘patada atômica’, porque seus chutes de canhota eram muito potentes. O primeiro gol do Brasil em 70 foi marcado por Rivellino, em uma cobrança de falta contra a Tchecoslováquia. Depois, balançou as redes nas quartas de final, diante do Peru, e por último, mas não menos importante, na semifinal sobre Uruguai.

 

Tostão – 2 gols

4

Créditos: CBF

Eduardo Gonçalves de Andrade, o Tostão, teve grande importância na conquista do tricampeonato na Copa do Mundo de 1970. Com dez gols, o jogador foi o artilheiro nas Eliminatórias que deram a classificação ao Brasil para ir ao México. Os dois tentos marcados por Tostão foram na partida das quartas de final, na vitória diante do Peru.

 

Clodoaldo, Gérson e Carlos Alberto – 1 gol

5

Créditos: CBF

Clodoaldo é considerado um dos melhores volantes da história do futebol mundial. Gérson foi apelidado de ‘canhotinha de ouro’. Carlos Alberto foi simplesmente o capitão do tri. Estes três atletas completam a lista dos maiores artilheiros da Copa do Mundo de 70. Cada um deles marcou um gol, respectivamente, contra Uruguai e Itália, e ajudaram o time canarinho na conquista da Taça Jules Rimet, que ficou em definitivo na posse dos brasileiros pelo tricampeonato.